terça-feira, 22 de agosto de 2017

Pequeno incêndio deflagrou à entrada da Vila de Arronches

Hoje cerca das 15 horas os Bombeiros Voluntários de Arronches foram chamados para combater um pequeno incêndio que deflagrou num terreno junto à rotunda que dá acesso ao Assumar e entrada na Vila de Arronches.
Prontamente detectado o foco de incêndio junto a uns arbustos perto da “Tapada da Ponte” foi rapidamente extinto pelos bombeiros, estando no local elementos da Protecção Civil local e militares da GNR. Dada a dimensão do foco de incêndio não foi necessário cortar qualquer acesso.

Posto Territorial da GNR de Arronches, tem novo comandante

(Sargento Carlos Ferreira, o novo Comandante do Posto da GNR de Arronches)
Por colocação do 1º Sargento Luís Marino no Destacamento Territorial da GNR de Elvas, a quem o Notícias de Arronches deseja felicidades no desempenho da sua nova missão e agradece o seu relacionamento com este órgão de comunicação, sucede-lhe no cargo o Sargento Carlos Ferreira.
O Notícias de Arronches, no intuito de dar a conhecer à população o responsável pelo cargo, manteve com ele uma pequena conversa da qual ficámos a saber um pouco do seu currículo e do que pretende em termos de actuação da GNR em Arronches.
O novo comandante do posto de seu nome Carlos Ferreira de 36 anos de idade, ingressou na GNR em 2002, após o alistamento esteve colocando no Posto de S. Luís, passou pela Brigada Criminal entre 2004 e 2007. Esteve no Posto Territorial de Leiria onde desempenhou funções nomeadamente nos inquéritos. Concorreu ao curso de cabos entre 2006 e 2008, continuando ligado à investigação criminal no apoio a vítimas específicas no âmbito da violência doméstica, ainda em Leiria.
Depois de frequentar o curso de Sargentos entre 2010 e 2012, foi então colocado em Campo Maior, até à sua colocação em Arronches.
Como principais preocupações à frente deste posto destaca no seguimento do trabalho feito anteriormente, um patrulhamento pró-activo, com uma maior proximidade dos munícipes e continuar um serviço de acção social.
Colocado perante quais as suas primeiras impressões sobre Arronches e as suas gentes, nos primeiros contados que teve diz que ”a população vê nos agentes da autoridade um amigo que está para os proteger, são muito respeitosos e, um facto que já não é comum, a forma como o abordam e o cumprimentam”, salientou.
Sabendo que este é um concelho felizmente com baixa sinistralidade e criminalidade, vai continuar a apostar com um maior patrulhamento, junto sobretudo da população mais idosa e isolada, para que esses índices ainda possam baixar mais.
O Notícias de Arronches agradece a disponibilidade do novo comandante e deseja-lhe as maiores felicidades no desempenho do seu cargo, enquanto responsável pela segurança dos arronchenses.

Candidata do PSD/Arronches, Fermelinda Carvalho já tem sede de campanha

Hoje pela manhã fomos surpreendidos com a tela colocada no edifício que vai ser a sede de campanha de Fermelinda Carvalho, que se recandidata pelo PSD ao seu possível último mandato à Câmara Municipal de Arronches.
Há muito assumindo a sua recandidatura, só agora, a pouco mais de um mês das Eleições Autárquicas, a população sabe onde é a sede da candidata, ficando ainda por saber qual a sua equipa e quando a sua apresentação pública.
A sede fica ao fundo a Rua de Olivença, quase na confluência com a Rua Dr. Edmundo Curvelo.

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Adega Mayor convida a viver a experiência das Vindimas

Todos os anos, a Adega Mayor dá as boas-vindas às Vindimas com o lançamento de uma nova experiência de enoturismo. O Pack “Uva a Uva, até um Vinho Mayor” é a nova oferta de enoturismo que pretende dar oportunidade a todos os visitantes de viver a cultura alentejana, conhecer os segredos e técnicas da vindima manual e todo o processo de transformação e produção de vinho, assim como visitar a Adega e realizar um workshop vínico, em Campo Maior.
Durante todo o mês de Setembro, de segunda-feira a sábado, a Adega Mayor convida a abrir os sentidos às Vindimas e a desfrutar de um programa completo, incluindo um almoço tipicamente alentejano.
O programa “Uva a Uva, até um Vinho Mayor” inicia com um passeio pelas vinhas, com a demonstração de todo o processo produtivo do vinho, incluindo a experiência da vindima manual. Segue-se uma visita guiada à Adega Mayor, passando pelas zonas de vinificação e sala de barricas, onde será possível fazer uma prova do mosto e de seis vinhos. Ao longo da visita revelam-se alguns dos segredos de produção que contribuem para o carácter único dos vinhos da Adega Mayor.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Inauguração da piscina descoberta e pavilhão de paisagem

O Município de Arronches vai levar a efeito no próximo dia 18 pelas 18 horas, a inauguração da Piscina Descoberta no núcleo da Piscina “Miguel Lagarto” em Arronches.
A inauguração desta nova piscina que ficará ao dispor dos arronchenses e dos que visitam esta Vila, é uma promessa eleitoral do actual executivo de maioria PSD. 
Trata-se de uma piscina mais, para além da coberta, com o apoio de um pavilhão de paisagem e um tanque para crianças, que vai proporcionar ainda desfrutar de uma época balnear que, parece este ano não dar tréguas com o calor que se faz sentir por este Alentejo.

Forcados de Arronches levam ao rubro público espanhol

O Grupo de Forcados Amadores de Arronches levou ao rubro ontem em Navalvillar de Pela o público que enchia as bancadas desta localidade da Extremadura espanhola com as suas pegas.
O primeiro touro foi pegado à quarta tentativa por Rafael pimenta, Duarte Gato e Pedro Nunes conseguiram pegar os seus dois touros logo à primeira tentativa.



Festas em Honra de Nª. Srª de Assunção trouxe este ano inovação

O dia 15 de Agosto é dedicado à exaltação de Nª Sr.ª de Assunção, Padroeira da Freguesia com o mesmo nome no Concelho de Arronches.


Como é habitual em festas de cariz religioso, começou logo pela manhã com a Missa na Igreja Matriz.
A Banda Euterpe de Portalegre fez-se anunciar, subindo a Rua 5 de Outubro (Rua Direita) ao som de uma marcha, dirigindo-se para a Praça da República. Em frente à Igreja esperou para ter início a Procissão que percorreu algumas das ruas desta Vila Alentejana com os seus Pendões e o Andor de Nª, Sr.ª. de Assunção, ladeados pelos fiéis, confiados ao Padre Fernando Farinha.
Estava assim cumprida a parte litúrgica das festividades. Pela noite, às 22 horas, pontualmente subia às escadarias transformadas em palco, a jovem fadista Leonor Fartouce para dar início ao espectáculo que, todos os anos, enche de colorido as bonitas escadarias, a porta da Igreja Matriz e o largo fronteiriço, onde em mesas ou mesmo em pé, a população e alguns visitantes apreciam este desfilar de fadistas. Este ano a noite fria que se fez sentir, retirou alguma assistência.
Depois de Leonor Fartouce cantaram ainda Helena Brita e Mariana Paulino, que foram acompanhadas à guitarra por Nuno Cirilo e à viola por Alexandre Gomes.
Este ano houve inovação com a introdução dos grupos "Vozes à Janela" da Escola de Música de Arronches e os "Resineiros" de Proença-a-Nova.
O Espectáculo foi apresentado por Maria Clara e, no final, o Padre Fernando Farinha e membros da paróquia, distribuíram umas lembranças a este elenco que, generosamente, participou nestas festas em Honra da Padroeira da Freguesia de Assunção.



Click nas imagens
















sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Exposições em Monforte por ocasião das Festas de Nª. Sr.ª. do Parto

A Câmara Municipal de Monforte promove de 10 a 30 de Agosto uma oferta cultural com três exposições que, no período de 12 a 15 de Agosto, estarão patentes ao público das 21h30 às 23h30, por ocasião das suas festas.



Esse circuito pode ser feito entre a Biblioteca Municipal, Galeria Municipal e Centro Interpretativo tauromáquico.
Ontem pelas 17 horas na Biblioteca Municipal, o Presidente da Câmara M. de Monforte Gonçalo Lagem, o Provedor da Santa Casa, Francisco Duarte e o Pároco Joannes, presidiram à exposição comemorativa dos 70 Anos da Descoberta das Ruínas Romanas de Torre de Palma, que contam com o apoio da Direcção Regional de Cultura.
Esta exposição é composta por painéis informativos, reproduções parciais dos mosaicos “Cavalos e Musas”, bibliografia e merchandising.
Sobre as Ruínas Romanas da Torre de Palma escreveu A. J. Sardinha (1967) que “o sítio arqueológico de Torre de Palma constitui, no plano da romanização do território actual português, um dos locais de rara e excepcional beleza, não só pelas características da paisagem envolvente, como a nível patrimonial e arqueológico materializado em estruturas habitacionais, de lazer, de culto e trabalho agrícola.”
Ao mesmo tempo, a exposição da autoria de José Batanete, mostra-nos uma outra forma de expressão artística. Esta forma está baseada na composição figurativa de vários temas, feita através de pedaços de mármore em mosaicos de grande beleza, em que emprega a técnica da velha e apreciada calçada portuguesa, espalhada pelo mundo.
Na Galeria Municipal estão patentes (através de uma exposição colectiva) os trabalhos de Fernanda Ganhão, Regina Faria e João Capote, os mesmos artistas plásticos que estão com os seus trabalhos também na Galeria Municipal de Arronches.
Pedro Nunes é um pintor em que muita da sua obra recai sobre o tema da tauromaquia e tudo aquilo que é a sua envolvência. Não é a primeira vez que Pedro Nunes expõe em Monforte, mas a primeira no Centro Interpretativo Tauromáquico, pois já aqui esteve noutra altura com os seus trabalhos.
 Falar do artista e do Homem é para mim gratificante, pois conheço o Pedro há mais de 40 anos e fomos companheiros de mil aventuras na revista Novo Burladero.
Nesta sua exposição em que Gonçalo Lagem, Presidente da Câmara de Monforte traduziu em palavras tudo o que pode ser dito sobre este artista, apenas acrescentaria uma simples interrogação: O que seria Pedro Nunes se tem nascido noutro país (Espanha ou América do Sul) em que a sua pintura sobre a tauromaquia fosse mais valorizada?
O Pedro Nunes nasceu no norte em Rio Tinto mas, de tenra idade passou a viver no Barreiro. É desde esses tempos a nossa amizade. O meio que nos rodeava, já nessa altura, teve muito a ver com a sua paixão pela pintura de tema taurino e eu ser aficionado ao toureio.
O Pedro como todos os artistas, tem muito de filósofo e diz no catálogo destas exposições: “Chamo-me Pedro Nunes e nasci em Rio Tinto (Porto). Sei onde nasci…não sei onde vou morrer. Entre as suas musas inspiradoras por certo, digo eu… Não perca e vá ver se puder, no CIT em Monforte.

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Francisco Matos Serra e Patrícia Candeias são os cabeças de lista pela CDU à Câmara Municipal e Assembleia Municipal de Arronches

A Comissão Coordenadora de Arronches da CDU, fez chegar à nossa redacção uma nota em que informa que Francisco Matos Serra e Patrícia Candeias serão os cabeças de lista da Coligação Democrática Unitária à Câmara Municipal e à Assembleia Municipal de Arronches, respectivamente, nas próximas eleições autárquicas.

Cabeça de Lista à Câmara Municipal de Arronches

Francisco Manuel Matos Serra, nasceu a 26/03/1937

Tenente-Coronel Pára-quedista na situação de reforma. Exerceu vários cargos militares e civis. Participou em três comissões durante a guerra colonial. Militar de Abril. Exerceu o cargo de chefia na área dos recursos humanos no âmbito da cooperação com os países de expressão portuguesa (PALOP).
Licenciado em Filosofia pela faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Vice-presidente da Delegação do Alentejo da Associação 25 de Abril. Membro do PCP.


Cabeça de Lista à Assembleia Municipal de Arronches





Patrícia Isabel Trindade Candeias, nascida a 17-11-1985, 31 anos, natural de Arronches. Auxiliar no CBES. Licenciatura em Animação Sócio-cultural. Bombeira nos Bombeiros V. de Arronches.


quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Executivo da Câmara Municipal de Arronches reuniu hoje de forma extraordinária, na qual o público não pode intervir face à lei

Foi convocada para hoje uma Reunião Extraordinária do executivo da Câmara Municipal de Arronches, como oportunamente aqui divulgámos para esclarecimento dos munícipes.





Como infelizmente os munícipes deste, como por certo de outros concelhos, primam pela ausência nestes actos da administração local, sempre fizemos questão de informar os nossos leitores sobre os assuntos tratados em cada Reunião de Câmara ou Assembleia Municipal, através da nossa presença ao longo dos anos.
Tratando-se de uma reunião extraordinária que pode ser convocada nesta caso pela Presidente, ou pelo menos por 1/3 dos seus membros, tal como nas reuniões ordinárias ela é aberta ao público. A diferença está que nas reuniões extraordinárias não há período “de antes da ordem do dia”, como não há período aberto ao público, não podendo este intervir.
Pessoalmente e por uma questão deontológica, não faz sentido tornar público através do Notícias de Arronches ou na edição online, o conteúdo de uma reunião onde os munícipes não podem intervir, mesmo tratando-se de assuntos de interesse para a população (basta ler o edital) como os de uma reunião extraordinária.
Lamentamos o tempo “perdido” nesta reunião e, por uma questão de coerência, vamos omitir tudo o que ali se passou. Não fomos impedidos (enquanto jornalista) de presenciar mas, esta pode ser uma forma para que os eleitores sejam mais participativos e não deixem única e exclusivamente para os políticos a resolução de situações que a todos dizem respeito. (Fernando Neves Marques/Director)

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Com a noite da Açorda Alentejana encerraram as Festas de Esperança

As tradicionais Festas em Honra de Nª. Sr.ª. de Esperança, encerram ontem em termos de espectáculos no recinto com a noite da Açorda Alentejana.



Com uma noite algo fria para o mês de Agosto, foram muitos os que não quiseram perder esta tradição nas festas da freguesia rural do Concelho de Arronches.
O baile animado por Vitor Realinho, manteve gerações de jovens, meia-idade e terceira idade (os que ainda podem arrastar os pés) livres do frio, dançando ao som das suas músicas, umas mais brejeiras ou outras as clássicas, as de sempre.
E assim os ponteiros da Torre da Igreja, foram percorrendo o seu caminho rumo à uma hora da madrugada já de terça-feira, quando pela porta começaram a sair os alguidares com a esperada e quentinha açorda. A dose teve que ser aumentada porque este ano houve mais gente e, com a noite fria, a açorda veio mesmo a calhar para conforto do estômago.
Depois da açorda a noite prolongou-se até que nasceu o dia. Os "valentes" aguentaram com minis, caipirinhas, mojitos, sangria ou outras bebidas e muita música, porque este Vitor Realinho tem muita pedalada para animar estes bailaricos. Hoje e amanhã ainda se realizam as largadas, desta vez nocturnas com o gado dos irmãos Serpa.







Município de Monforte apoia regresso da Volta a Portugal à nossa região

A 79ª Volta a Portugal em Bicicleta está na estrada de até 15 de Agosto e o regresso da prova ao Alentejo é uma das principais novidades da edição deste ano. Recorde-se que há oito anos que os alentejanos não viam passar “à sua porta” este que é considerado o maior evento do calendário velocipédico nacional, uma oportunidade que apenas foi possível graças ao apoio que vários autarcas quiseram prestar à organização.
Desde Reguengos de Monsaraz, passando por Monforte, até Vila Velha de Ródão, foram milhares os alentejanos (e turistas) que, assim, puderam aplaudir os 144 ciclistas que integram as equipas participantes (6 nacionais e 12 estrangeiras).
Em declarações, Gonçalo Lagem, o Presidente da Câmara Municipal de Monforte, uma das autarquias que decidiu receber a Volta a Portugal apoiando uma Meta Volante na 2ª etapa (Reguengos de Monsaraz a Castelo Branco), que se realizou no passado dia 6, domingo, explicou que “quando tanto se investe na valorização turística do Alentejo, o aproveitamento deste excelente meio para promovermos a nossa região afigura-se plenamente oportuno”.
“Não podemos estar a avaliar, desde já, resultados concretos decorrentes desta aposta”, prosseguiu o autarca, “mas devemos reconhecer que a projecção do nome de Monforte, feita através deste evento desportivo, é bastante proveitosa e deve orgulhar-nos a todos”.
A Meta Volante de Monforte, colocada ao km 89,4, foi cortada às 14.42h, por Jen Lindnburg (Metec), seguido de Antonio Di Sante (GM) e Patrick Jager (Team Vorarlberg).