quinta-feira, 30 de abril de 2015

A Santa Casa da Misericórdia de Arronches assinou a renovação de acordos de cooperação com o Instituto da Segurança Social e Administração Regional de Saúde no valor de 1 milhão e setecentos mil euros para o triénio 2015/2017

Ao fim da tarde de hoje no Centro Distrital de Portalegre da Segurança Social, foram assinados a renovação de acordos de cooperação no âmbito da Rede Nacional de Cuidados Continuados com a Associação Cultural e Desenvolvimento da Beirã, Santa Casa da Misericórdia de Arronches e a Santa Casa da Misericórdia de Ponte de Sôr.
Na assinatura da renovação dos acordos estiveram presentes o Director de Segurança Social do Centro Distrital de Portalegre, João Laranjo, a vogal do Conselho de Administração Regional de Saúde, Paula Marques e os três responsáveis pelas IPSSs, contempladas com esta renovação.
Na conferência de imprensa os responsáveis pela Segurança Social do Distrito e da Administração Regional de Saúde, explicaram aos órgãos de comunicação social presentes, que esta renovação provêm do despacho do Secretário de Estado da Saúde e da Segurança Social, que vai no sentido da atenção que o Ministério da Saúde dá aos Cuidados Continuados. Paula Marques frisou no que respeita ao Ministério da Saúde, que “estes acordos com estas cinco instituições, que envolvem 71 lugares de internamento, representam um encargo para este triénio de 4.070.000,00€ (quatro milhões e setenta mil euros) ”.
João Laranjo recordou o que está a ser feito na área dos Cuidados Continuados com esta parceria, em que os acordos agora renovados foram mantidos os valores com estas cinco instituições para estas 71 camas, entre o Ministério da Saúde e a Segurança Social, pressupõe um esforço financeiro de 6.000.000,00€ (seis milhões de euros). Acrescentou que “logo que possível vamos assinar os acordos com as outras duas instituições”. Reafirmando que “continuamos este trabalho no Distrito, porque é uma rede muito procurada, muito necessária, que satisfaz as necessidades das pessoas”. Terminando por dizer se” estas condições melhorarem, poderemos evoluir eventualmente para ter mais uma ou duas estruturas destas no distrito”.
(Ler mais na próxima edição em papel, com as declarações ao Notícias de Arronches da responsável da Direcção Regional de Saúde e da Provedora da Santa Casa da Misericórdia de Arronches)

terça-feira, 28 de abril de 2015

Notícias de Arronches amanhã distribuído nos locais habituais

Começa amanhã a ser distribuída nos locais habituais, a edição de Abril do Jornal Notícias de Arronches.
Nesta edição os principais destaques entre outros, vão para a visita dos Deputados Municipais às obras em curso no Município; a Caminhada ao Rei Santo; Comemorações do 25 de Abril nas três Freguesias do Concelho; a participação do Município de Arronches e do CBES na constituição da Comunidade para a Iniciativa da Economia Cívica ou a reunião do Comando Operacional Distrital da Protecção Civil nos Paços do Concelho.
Na política local,  como é usual, estivemos nas Reuniões de Câmara. No espaço habitual damos conhecimento aos nossos leitores do que de mais importante se passou a nível das decisões políticas para o nosso Concelho. Na edição em papel e online.
Como se vive a Páscoa em Arronches, na perspectiva da reportagem fotográfica do nosso colaborador Emílio Moitas ou a actividade dos Bombeiros Voluntários de Arronches merecem também destaque nesta edição.
Ainda no desporto, o Futebol Clube Mosteirense, vê jogo terminado pelo árbitro Carlos Alexandre aos 73 minutos quando perdia por 1-2 com o Gafetense. O Torneio “Arronchito” e o desporto motorizado são dedicados aos adeptos destas modalidades.

Como habitualmente, as crónicas dos nossos colaboradores trazem o interesse para que possa desfrutar de mais uma edição do Notícias de Arronches.

Convocada nova Assembleia Geral na Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Arronches

Pelo facto de, uma vez mais, não ter sido apresentada nenhuma lista para a Eleição dos Órgãos Sociais para o triénio 2015-2018 desta Associação, o Presidente da Assembleia-geral resolveu agendar uma terceira Assembleia para o próximo dia 5 de Maio (terça-feira) às 19h30 com a mesma finalidade.

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Campeonato Distrital de Infantis - Infantis da Academia de Futebol de Arronches/Atlético Campeões Distritais

A.D. Castelo Vide  3 - 3  A.F.Arronches / A.C.A 

Um jogo que se tornou complicado pois de tantas oportunidades falhadas da equipa da Academia, a equipa de Castelo Vide , três vezes que foi ao ataque, marcou. Com uma 2ª parte de nível a equipa de Arronches chegou ao empate. Este resultado não vem alterar em nada as contas para o campeonato pois a faltar dois jogos a equipa da Academia de Arronches / ACA já se sagrou Campeã Distrital de Infantis Sub/13 II Divisão.


Reunião de Câmara na Junta de Freguesia dos Mosteiros

A última Reunião de Câmara deste mês de Abril, teve lugar (hoje) na Junta de 
Freguesia dos Mosteiros, em que a assinatura das actas anteriores trouxe para a discussão a forma como estava elaborada a acta referente às declarações prestadas ao Notícias de Arronches sobre o inquérito a um funcionário do Município por parte da Presidente da Câmara. Na óptica do Partido Socialista a acta não espelhava aquilo que era a notícia publicada. O debate foi acalorado, com troca de “mimos” de parte a parte, acabando por esta acta ser aprovada com os votos favoráveis do PSD e os votos contra do PS.
Os Vereadores tomaram conhecimento da Portaria nº 113/2015 da Presidência do Conselho de Ministros da Economia e Ambiente que revoga a Portaria 232/2008 de 11 de Março sobre o Regime Jurídico da Urbanização e Edificação. Em ofício da Secretaria de Estado da Administração Local, foi apreciada a cópia do relatório da Inspecção-geral de Finanças, relativo a uma auditoria efectuada ao Município, sobre aspectos sectoriais urbanísticos no loteamento do Bairro de Santo António. Sobre esta matéria o Vereador do PS, Gil Romão, disse que neste aspecto o Município pode contar “sempre” com a sua solidariedade e que “não há nada de grave no relatório”.
(Ler mais na edição em papel de Abril)

Comunidade Para a Economia Cívica Reúne em Arronches

O Município de Arronches acolheu a 2.ª reunião da Comunidade para a Economia Cívica de Campo Maior que se realizou no passado dia 24 no Salão Nobre dos Paços do Concelho.
Nesta reunião, onde estiveram presentes a maioria dos parceiros que integram esta comunidade, deu-se continuidade ao trabalho iniciado aquando da assinatura do protocolo de colaboração no dia 8 do passado mês de Abril em Campo Maior.
Na abertura dos trabalhos esteve presente a Presidente da Câmara Municipal de Arronches, Fermelinda Carvalho que deu as boas vindas aos restantes parceiros e destacou a importância que esta parceria poderá aportar para esta região com vista à resolução dos problemas sociais e societais.
Recorde-se que as Comunidades para a Economia Cívica são plataformas informais, de âmbito local e têm como objectivo promover, em Portugal, a economia cívica entendida como um modelo de desenvolvimento económico e social que assenta na co-criação colaborativa, a nível local, entre entidades públicas, privadas, da economia social e a Cidadania, de bens e serviços de interesse geral que respondam, de forma inovadora e sustentável, a problemas, necessidades e desafios societais complexos e que produzam incidências sociais positivas na Comunidade onde são identificados.

domingo, 26 de abril de 2015

Mosteirense perde o jogo em casa com o Gafetense (1-2) com o árbitro a terminar a partida aos 73 minutos

Foi nítida a intenção de Jorge Moura em poupar alguns dos seus jogadores nucleares, tendo em vista o jogo do final da Taça da Associação de Futebol de Portalegre, em que enfrenta o Crato no Estádio Municipal de Portalegre no próximo Domingo.
O Campo da Basteira apresentava-se empapado pela muita chuva caída durante a noite e que voltou com o início do jogo. O trio de arbitragem chefiado por Carlos Alexandre dava início à partida a contar para a 6ª jornada da 1ª Divisão Distrital (2ª fase).
Tudo parecia caminhar conforme a estratégia montada pelo técnico do Mosteirense, pois logo aos 11’ André Camilo inaugurava o marcador. Antes porém já Márcio tinha falhado o golo na cara do guarda-redes do Gafetense.
Mais uma bola ao poste e uma grande defesa do guarda-redes gafetense foi o que Mosteirense ainda conseguiu na primeira parte. Primeira parte na qual o Gafetense vinha ameaçando a baliza de Camané, sem que fizesse alterar o marcador. Assim foram as equipas para o intervalo com o Mosteirense a vencer por 1-0.
Logo no reatar do encontro, passados dois minutos, aquilo que o Gafetense vinha ameaçando aconteceu. A falta de concentração do Mosteirense permitiu que logo aos 2’ Pedro Ramos empata-se a partida. O mosteirense mostrava dificuldade na sua organização de jogo, o que não é habitual. Por mão de Ricardo Rodrigues, na área, o árbitro Carlos Alexandre assinalava grande penalidade contra a equipa da casa, que Pacau converteu. Era a reviravolta no marcador num jogo que ficaria marcado depois do cartão vermelho a Márcio, pela interrupção do jogo aos 73’. O árbitro considerou que não havia condições para prosseguir o jogo sem a presença da autoridade. Atitude pouco justificada porque não houve invasão de campo nem a sua integridade física esteve em causa.
Actualmente os clubes estão isentos de requisitar as forças policiais para os jogos, e as equipas de arbitragem já sabem qual é o cenário em que vão actuar. Um árbitro nunca deve ser o protagonista dum jogo. Em nossa opinião até podia fazer uma pausa no jogo e depois reatá-lo quando julgasse oportuno.
O Presidente do Mosteirense solicitou a presença da GNR no Campo da Basteira, o que aconteceu vinte minutos depois em que a partida esteve interrompida. Já com autoridade na presença do árbitro, o jogo foi dado por terminado aos 73’ com a vitória do Gafetense por 2-1.
O técnico do Mosteirense, Jorge Moura em declarações à Rádio, lamentou o sucedido porque os jogadores sacrificam-se nos treinos para chegar ao Domingo com a capacidade para jogar e vencer. 
Ainda faltavam 17 minutos, em que o resultado podia sofrer alteração. Considerou ainda que as pessoas de fora têm que ter mais calma.

sábado, 25 de abril de 2015

Comemorações do 25 DE ABRIL em Arronches, com dia cinzento e pouca participação popular

Dia cinzento, como que a anunciar uma bruma na memória cada vez mais acentuada, de um dia significativo no que para a liberdade de um povo representa o 25 de Abril. Apenas a classe política, e nem todos, se fizeram representar nas Comemorações do 41º Aniversário do 25 de Abril em Arronches. 
Os políticos e alguns representantes de instituições e colectividades. O povo, aquele no nome do qual os militares de Abril se bateram para voltar a ter liberdade, se bem que por detrás de tudo isto estava uma guerra colonial que sacrificava uma juventude e, em especial, a classe dos oficiais e sargentos milicianos, esse apareceu timidamente nas ombreiras das portas…para ouvir a banda tocar. Mas essa é outra história, que só aqueles que viveram esses tempos podem avaliar. As gerações mais recentes (depois deste data) só sabem o que foi o 25 de Abril por aquilo que na escola lhes foi contado. Por isso é natural o seu desinteresse por estas comemorações.
No Largo do Rossio, a Presidente da Câmara Municipal de Arronches, pelas 9 horas dava solta aos pombos ali colocados num transporte próprio do Clube Columbófilo Arronchense.
À Praça da República, chegava pelas 9h30, a Banda Euterpe de Portalegre, que este ano abrilhantou estas comemorações. No edifício dos Paços do Concelho, o Presidente da Assembleia Municipal e a Presidente da Câmara, hasteavam as bandeiras ao som do Hino Nacional. Seguiu-se um breve recorrido por duas das principais artérias no Centro Histórico da Vila, voltando a comitiva à Praça da República, onde a Banda Euterpe interpretou a música de Paulo de Carvalho “E Depois do Adeus”, um dos símbolos da Revolução dos Cravos.

(Ler mais na edição em papel de Abril)




















sexta-feira, 24 de abril de 2015

Monforte cria condições para corridas de galgos

Organizada pela Associação de Galgueiros do Centro, em parceria com a Câmara Municipal de Monforte, realizou-se, no dia 19 de Abril, a 1ª Corrida de Galgos, que serviu para estrear a denominada Pista do Tapadão, em Monforte.
Avaliando os benefícios que provêm desta actividade, sobretudo os que se traduzem em factores que contribuem para o desenvolvimento económico local, e considerando a existência em Monforte de um grupo bastante representativo de entusiastas pela modalidade, a referida autarquia entendeu aproveitar um espaço desocupado que oferecia as condições exigidas para instalar essa infraestrutura.
Gonçalo Lagem, o Presidente do Município de Monforte, mostrou-se bastante satisfeito com o sucesso alcançado nesta primeira iniciativa, realçando os proveitos que trouxe especialmente para a restauração e demais agentes de turismo devido ao elevado número de participantes e de espectadores que conseguiu atrair, e esclareceu que “o investimento não obrigou a efectuar mais despesa pois foi feito com os meios e recursos já existentes, prevendo-se, sim, a execução de algumas melhorias de modo a valorizar a pista, criando as condições ideais que estimulem a sua utilização de forma regular”.

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Bombeiros Voluntários de Arronches contemplados com uma ambulância pelos seus colegas de Samora Correia.


Os Bombeiros Voluntários de Arronches receberam hoje à tarde uma ambulância, oferta dos seus colegas da Corporação de Samora Correia. O Comandante dos Bombeiros de Arronches, Nuno Costa, disse ao Notícias de Arronches que "tudo veio na altura em que estive a tirar o meu Curso de Quadros de Comando com o actual adjunto dos Bombeiros de Samora Correia. Depois do curso mantivemos sempre contacto uns com os outros, daí que surgiu a possibilidade de ser oferecida a um outro Corpo de Bombeiros esta viatura". Trata-se de uma ambulância modelo Ford Trânsit de 1999, em muito bom estado, que ia ser abatida por terem uma outra nova. Segundo Nuno Costa "foi-nos atribuída porque as outras corporações eram todas de maior dimensão. A decisão dos Bombeiros de Samora foi entregarem-nos a ambulância por sermos de um meio mais pequeno". 
Na chegada da ambulância - que veio em transporte também oferecido pelos Bombeiros de Samora, dado que o seguro estava caducado -, estiveram no quartel do Voluntários de Arronches a Presidente e Vice-presidente da Câmara Municipal de Arronches que se prontificaram a disponibilizar meios para a recuperação da viatura, de forma a que esta possa circular com a identificação dos Bombeiros de Arronches, devidamente equipada e legalizada através da respectiva inspecção.
O Comandante Nuno Costa aproveitou para informar os presentes de que "no dia 18, foram dois bombeiros da Corporação de Arronches a uma formação a Fronteira, sobre ferramentas mecânicas".

Município de Monforte entrega equipamentos aos Bombeiros

No passado dia 17 de Abril, o Presidente da Câmara Municipal de Monforte, Gonçalo Lagem, acompanhado pelo Vice-Presidente do seu executivo, Fernando Saião, deslocou-se às instalações da Associação de Bombeiros Voluntários de Monforte, onde foi recebido pelo Presidente da Direcção, António Medalhas, o Presidente da Assembleia Geral, Rui Maia da Silva, pelo Comandante Operacional, Jorge Pereira, outros dirigentes, Bombeiros e representantes de organismos. A finalidade foi proceder ao acto de entrega de equipamentos de protecção individual para combate a incêndios em espaços naturais, designadamente 15 capacetes e 18 fatos compostos por calças e dólmens. Atendendo a determinadas necessidades dos Corpos de Bombeiros de cada Município indicadas pelas respectivas Câmaras Municipais, foi apresentada pela CIMAA (Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo) uma candidatura conjunta ao QREN/POVT (Programa Operacional Temático Valorização do Território), Eixo Prioritário II (Sistemas Ambientais e de Prevenção, Gestão e Monitorização de Riscos).

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Imaginação ao que nos levas. Uma esplanada feita com paletes

Não é um caso singular, pois muitos são os exemplos com que somos brindados. O aproveitamento das paletes parece estar na moda.
Poucos se chegaram à frente com as ferramentas, mas muitos, como sempre, foram os "engenheiros", as tais cabecinhas pensadoras.
O que é certo é que a obra nasceu e hoje está visível. Basta passar pela loja do Rui Taipas, ou ir ao supermercado da Cooperativa e vai-se deparar com esta bonita e confortável esplanada com mesas, bancos (novos... mas não o Novo Banco) e até o indispensável caixote do lixo.

As estatísticas valem o que valem...mas

Não somos muito destas coisas. Cada qual vale o que vale... No entanto às vezes é bom reavivar a memória de alguns pobres de espírito, que nada fazem e têm uma apetência incomensurável por desvalorizar o trabalho dos outros. Alguma coisa terá o Notícias de Arronches de interesse para os seus leitores e visitantes da edição online.
A estatística é do Google +, não fomos nós que a elaborámos. Mas registar mais de sete milhões e meio de visitas (7.563.596), quando se trata de um órgão de comunicação de dimensão regional, dá que pensar...
Talvez a nossa linha editorial não seja assim tão má quanto muitos arautos do compadrio anunciam.

Mais 4 rosetas para a Coudelaria da "Quinta do Carrefe" no Conselho de Arronches

A Coudelaria da Quinta do Carrefe, no passado fim-de-semana, 17 e 18 de Abril, participou no Concurso de Saltos, organizado pelo “Centro Ecuestre La Cañada”, em Badajoz.
Em ambos os dias de prova, classificou-se em 1º lugar, com o cavalo de 8 anos, Gee P, a 1.25m e em 2º lugar, com a égua de 9 anos, Amour Int a 1.15m.
A cavaleira Laura Ribeiro, foi a única portuguesa, a participar na prova de 1.25m e foi com muita honra, que recebeu das mãos do presidente da Federação Espanhola da Estremadura, o troféu do 1ºlugar. O que muito orgulha o nosso Conselho e a Coudelaria que representa.

terça-feira, 21 de abril de 2015

Provere InMotion - Acção de Sensibilização junto da Comunidade Escolar

O Concelho de Arronches recebeu, no dia 20 de Abril, uma Acção de Sensibilização junto da Comunidade Escolar do 1º ciclo do concelho. Evento promovido pela Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA) no âmbito do Provere InMotion que visa a criação de Rotas Temáticas de Percursos em natureza no Alto Alentejo como forma de promoção do património cultural, arquitetónico e ambiental.

 O ponto de partida foi junto à igreja da Freguesia de Esperança, pelas 14h00 e o término nas Pinturas Rupestres da “Lapa dos Gaivões”, pelas 16h30. Os alunos foram dividos em três grupos por forma a privilegiar uma abordagem mais pormenorizada aos vários temas ligados à natureza, na medida em que favorece o treino da cooperação entre alunos e a partilha de saberes e experiências. Ainda de acordo com esta orientação, os projectos incluídos no programa desta acção e comuns aos anos de escolaridade presentes, assumem instrumentos valiosos quando se considera e procura uma abordagem dinâmica aos conteúdos, envolvendo alunos, professores, auxiliares de acção educativa, bem como outros elementos da comunidade.
 As visitas e passeios pedestres ao meio próximo, assumem aqui uma forma mais eficaz de sensibilização dos alunos para a temática do Ambiente e preservação da Natureza. A implementação desta acção foi positiva, proporcionou aos alunos diferentes abordagens aos temas propostos. O Ambiente e a Cidadania são domínios que podem e devem ser transmitidos e vividos de forma a promover a participação activa do aluno no seu processo de aprendizagem. A organização agradece a todas as entidades envolvidas, nomeadamente à CIMMA, Município de Arronches, ICNF, Bombeiros Voluntários de Arronches, Comunidade Escolar, G.N.R e aos repórteres presentes.
 Tanto para a CIMAA como para o Município anfitrião, o trabalho em rede representa uma mais-valia para o desenvolvimento do turismo na região.