terça-feira, 29 de março de 2016

Edição de Março do Notícias de Arronches começa amanhã a ser distribuida

Começa amanhã a ser distribuída nos locais habituais, a edição de Março do Jornal Notícias de Arronches.
Os destaques desta edição vão para a celebração da Páscoa no concelho, a “Caminhada da Primavera” que se realizou na Freguesia de Esperança.
Este mês de Março ficou marcado pela tomada de posse do novo Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa e, também, pelo falecimento de Nicolau Brayner, o “Sr. Contente” que para além de actor conceituado, foi o “Pai” das telenovelas produzidas e realizadas em Portugal, com actores e profissionais do audiovisual português.
O Dia Internacional da Mulher, como habitualmente merece-nos um espaço especial pelo seu significado. Não menos importante foi a reunião em Arronches de duas centenas de militares da GNR que aqui vieram comemorar vindos de todo o país, os seus 25 anos de actividade profissional.
Já no desporto esta edição dedica a habitual página à passagem da 34ª Volta ao Alentejo em Bicicleta que os arronchenses viram passar e que foi vencida por Eric Mas, o espanhol pupilo de Alberto Contador.
Na política como habitualmente, destacamos a 1ª Reunião de Câmara do mês, uma forma de levar até aos nossos leitores o que de mais importante é discutido politicamente no âmbito local.
Na cultura divulgamos a exposição “Mimos da Esperança” os trabalhos do atelier de bordados, costura e renda das “Amigas da Esperança”, no Centro Interpretativo de Identidade Local, em Esperança.
Estes são os destaques mas, pode ficar ao corrente de muitas mais notícias do seu concelho…e não só.
Como habitualmente, as crónicas dos nossos colaboradores trazem o interesse para que possa desfrutar de mais uma edição do Notícias de Arronches.

segunda-feira, 28 de março de 2016

Centro de Ciência do Café (Grupo Delta) celebra 2º Aniversário

Hoje cerca do meio-dia, abriram-se as portas do Centro de Ciência do Café (Grupo Delta) em Campo Maior, para receber não o público habitual que visita este Centro mas sim, individualidades, amigos e imprensa para celebrar o 2º Aniversário da criação de mais este pólo de atracção sobre a ciência do café. Ao mesmo tempo o Comendador Rui Nabeiro comemorava o seu 85º Aniversário.
Como em todas as outras ocasiões, a família Nabeiro presente, sempre unida como uma pinha em torno do patriarca da família, que felizmente já contou com a presença de Joaquim Bastinhas, para quem se viraram muitas atenções.
Dália Madruga, esposa de Marcos Tenório Nabeiro, fez uma pequena introdução aos convidados sobre esta efeméride, as alterações que entretanto se têm vindo a verificar neste Centro de Ciência do Café e fez referência à comemoração de mais um aniversário do empresário campomaiorense.
Do programa fazia parte a Inauguração "Bolsa de Café" conteúdos na exposição permanente; inauguração da exposição "Obra de Sabor Intenso" do escultor espanhol José Luís Hinchado, para terminar com um espectáculo "Chávena em mim" pelas crianças do Centro Educativo Alice Nabeiro.
Helena Nabeiro escreve no catálogo da exposição este texto que ilustra toda uma história de vida e um símbolo: o Coração de uma família ao dizer “Sempre que pensava na vida dos meus pais, via-a como um coração grande e forte onde eles abrigavam todos aqueles que por alguma razão se lhes aproximavam, por necessidade de apoio, em caso de doença, ou infortúnio ou mesmo na procura de um ombro amigo para desabafar.
Um dia através de uma querida amiga conheci o José e, mais tarde, visitei o seu atelier.
Depois de ver, e de me apaixonar pelo seu trabalho, propus-lhe ser ele a fazer a prenda de aniversário dos sessenta anos de casados dos meus pais. Corri o risco, porque alguma coisa me dizia que aquele era o artista que poderia materializar o meu sonho.
Passado pouco tempo fui ver a proposta da obra e não queria acreditar...Estava tudo lá!
Um coração forte e lindo de folhas de café que representavam o meio que lhes deu a oportunidade de fazerem aquilo que melhor sabem, o serem um espaço de abrigo para todos os que a eles recorrem.
 Obrigado José!”








A Páscoa em Arronches celebra-se dentro da tradição

A alteração das condições climatéricas fizeram não só que as estações do ano deixassem de estar definidas, como também, de algum modo, vieram interferir em festas e romarias. É o caso da quadra festiva da Páscoa que nestas paragens do Alentejo se comemora de forma peculiar. Não é o domingo mas sim a segunda-feira, em que em muitas localidades há tolerância de ponto dos empregos, que famílias e amigos se reúnem no campo para comer o borrego, cabrito ou mesmo o peixe pescado em rios e ribeiras.
Em Arronches, manda a tradição que à segunda-feira de Páscoa se vá para o campo, sobretudo para as margens do Rio Caia celebrar a Páscoa. Mas as alterações climatéricas fazem que por vezes - como este ano - o clima não seja convidativo. Há no entanto sempre aqueles para quem a adversidade do tempo não impede de manterem a tradição, nem que seja montando tendas onde iniciam a festa, logo na sexta-feira.
O Notícias de Arronches percorreu os habituais caminhos do Baldio, quer no Domingo em que o sol raiou ou, na segunda-feira em que o tempo era frio e cinzento. Lá fomos registar em imagens as famílias, ou grupos de amigos e até lá longe, abrigados entre os enormes blocos de rochas de granito os indomáveis “Soldados da Paz” que montaram o seu acampamento, em cuja “parada” registamos para memória futura mais uma segunda-feira de Páscoa, em que estes se divertiam mas, nos seus postos ao serviço da população, garantiam qualquer eventualidade para que fossem solicitados.
Menos gente nas margens do Rio Caia mas, o mesmo entusiasmo e animação, nesta tradição, como outras, que nós alentejanos não queremos que se percam, mesmo que os fenómenos climatológicos sejam um facto presente nas nossas vidas. 

















quinta-feira, 24 de março de 2016

Centro da Ciência do Café - Exposição "Obra de Sabor Intenso" de José Luís Hinchado Morales

Para comemorar o 2º Aniversário do Centro da Ciência do Café em Campo Maior e o 85º Aniversário do Comendador Rui Nabeiro, terá lugar a abertura da exposição da colecção de José Luís Hinchado Morales "Obra de Sabor Intenso", no próximo dia 28 de Março pelas 12 horas, nas instalações do C.C.C. na fábrica da Delta Cafés.




quarta-feira, 23 de março de 2016

DIA Portugal (Minipreço) apresenta compromissos para responder a preocupações da Concorrência

Preços fixos motivaram processo de contra-ordenação.


Em comunicado, a AdC lembra que abriu um processo de contraordenação contra a DIA Portugal Supermercados, a 3 de Abril de 2014, “por indícios de infracção às regras de concorrência nacionais no contexto da relação de franquia entre esta empresa e os seus franquiados”.
A investigação desenvolvida, que incluiu a análise de todos os contratos de franquia, a realização de um inquérito junto de todos os franquiados (cerca de 300) e inquirições e inspecções em diversos locais, “identificou a existência de um conjunto de preocupações relacionadas com o modo de determinação dos preços de revenda no contexto da relação de franquia em causa”, explica a AdC.
Segundo a Autoridade da Concorrência, “importava clarificar se os preços indicados pela DIA Portugal aos franquiados correspondiam a preços de venda ao público fixos, o que é proibido, ou se correspondiam a preços recomendados e máximos, destinados a não permitir subidas de preços susceptíveis de contender com o posicionamento da marca no mercado”.
(fonte-Renascença|Foto-D.R.)

Festival Taurino a favor do Fundo de Assistência do Grupo de Forcados Amadores de Arronches

A "Associação Amigos da Festa Brava", onde está integrado o Grupo de Forcados Amadores de Arronches, vai levar a efeito no próximo dia 9 de Abril pelas 16 horas um Festival Taurino, cuja receita reverterá para o Fundo de Assistência do Grupo de Forcados Amadores de Arronches.
Colaboram desinteressadamente os cavaleiros: Ana Batista, António Brito Paes, Duarte Pinto, Gonçalo Fernandes, Tomás Pinto e Francisco Núncio. As pegas estarão a cardo dos grupos de Arronches, Monforte e Redondo. As reses a lidar pertencem às ganadarias de Lupi, Grave, Charrua e Santos Silva. As reservas podem ser feitas através do telef. 963 048 251

Apresentação do livro "O Poder dos 3 Saberes no Sucesso no CIIL de Esperança

O Centro Interpretativo de Identidade Local de Esperança vai receber no próximo dia 9 de Abril pelas 16h00, a apresentação do livro "O Poder dos 3 Saberes no Sucesso". O livro é uma parceria entre Alexandra Correia Gomes e Paulo Arguelles Madeira.
"O Poder dos 3 Saberes no Sucesso. Para Pais e Filhos Criadores do Próprio Sucesso".
Um livro destinado a pais e filhos, que cruza os conhecimentos do Coaching, da Psicologia, da Gestão do Tempo, da Inteligência Emocional e da Programação Neurolinguística, na definição de objectivos diários, mensais e anuais e na identificação de aspectos a melhorar na relação entre pais e filhos e na evolução pessoal, com vista à obtenção do sucesso académico – ponto de vista dos jovens – e do sucesso profissional – ponto de vista dos pais.
A componente prática disponível neste livro, permite ao leitor identificar aspectos inerentes ao seu desenvolvimento e traçar um plano à sua medida, para que possam ser devidamente melhorados!
Para além do elemento relacional a ser trabalhado, o leitor pode, também, compreender melhor as suas motivações, as motivações do seu filho/dos seus pais e como estas podem interferir na felicidade e no sucesso mútuos.
No final, o leitor tem a oportunidade de identificar quais são as prioridades da sua vida e colocar no papel um plano orientado no tempo, com tarefas e acções a implementar diariamente.

terça-feira, 22 de março de 2016

Actividades da Casa do Concelho de Arronches

A Casa do Concelho de Arronches levou a efeito no passado dia 19 de Março pelas 17 h , na sede na Av. Rainha Dª Leonor 1 r/c em Lisboa uma Assembleia Geral Extraordinária onde foram aprovados por unanimidade os dois pontos a discussão :
1- Alteração da duração dos mandatos dos corpos Directivos de 1 para 3 anos .
2- Alteração da forma de informação na convocatória das Assembleias ; Publicação no “Jornal Noticias de Arronches “ e num Jornal em Lisboa .
E numa outra Assembleia Geral, foram aprovadas as contas referentes ao ano de 2015 e votada uma Lista com os Corpos Directivos para o Triénio 20216/2018 .

Concurso “ Vestidos de Chita” organizado pela Casa da Comarca da Sertã


A Casa do Concelho de Arronches esteve presente no concurso “Vestidos de Chita” , realizado no passado dia 20 (Domingo) , na Casa da Comarca da Sertã em Lisboa , sendo representada pela Lara Sofia, neta do nosso conterrâneo e sócio da Casa , Manuel Carvalho . A Lara obteve um honroso 3º lugar no referido concurso o que muito nos honrou .
À Lara e aos familiares a Direção da Casa do Concelho de Arronches agradece toda a disponibilidade

Assembleia Geral no Centro Social dos Mosteiros

O Centro Social dos Mosteiros convocou para o próximo dia 24 de Março, nas instalações do Centro, a Assembleia Geral Ordinária, que terá inicio às 18h30, onde sertão discutidos os seguintes pontos da ordem de trabalhos:
Leitura da acta anterior; Aprovação e votação do relatório e contas da gerência anterior; alienação de terreno e outros assuntos de interesse para a instituição.

Socialistas unidos para “Continuar o caminho, Liderar o Alentejo”

Moção apresentada por Luís Moreira Testa aprovada por unanimidade


“Continuar o caminho, Liderar o Alentejo” é a nova orientação política da Federação Distrital de Portalegre do PS e vai ser seguida e aplicada durante o próximo biénio. A moção apresentada pelo recém-eleito Presidente da organização, Luís Moreira Testa, foi aprovada por unanimidade naquele que foi o congresso federativo mais participado de sempre. A reunião magna socialista no distrito de Portalegre, realizada dia 19 em Castelo de Vide, contou com mais de 200 congressistas de toda a região, numa demonstração clara de dinâmica e crescimento do PS no Alto Alentejo.

Cristóvão Crespo deputado do PSD por Portalegre analisa Orçamento de Estado para 2016

O Deputado à Assembleia da República do PSD por Portalegre, Cristóvão Crespo, fez chegar às redacções da comunicação social a seguinte nota:
"Concluído o processo de elaboração do Orçamento do Estado para 2016 era imprescindível analisá-lo à luz dos seus impactos tanto para os Portugueses como para os que vivem no nosso Distrito.
Tanto mais que ainda temos bem presente a arrogância e auto-suficiência dos que agora governam, ou melhor desgovernam, os destinos do País.
Afinal a voz grossa dos socialistas, dos comunistas e dos bloquistas para com o governo que integram, redundou num tremendo fracasso.
Caíram no primeiro teste a sério, afinal a protecção que deram ao Distrito foi a de uma folha de papel em dia de chuva.
Olhando para os números do Orçamento do Estado para 2016 que estão identificados para o Distrito o resultado é desolador.
O sinal que este governo socialista, comunista e bloquista tem para nos dar é bem sintomático.
Não são muitas as dotações em que é possível identificar os destinatários, mas onde existe essa identificação, o resultado é deprimente.
Senão vejamos:
Todos nos lembramos do que era a “cassete” da esquerda radical, e o suposto ataque do anterior governo ao Serviço Nacional de Saúde
Que temos então agora para a saúde do Distrito?
ULSNA
OE 2015               81.243.337,00
OE 2016               77.473.149,00
Diferença            -3.770.188,00

Afinal esta é a melhor saúde que o PS, o PCP e BE querem para o Distrito?
São menos 3 770 188 euros!
Outra dotação que está autonomizada no Orçamento é o Ensino Superior.
Aqui ficámos melhor, perdemos só
IPP
OE 2015               11.579.203
OE 2016               11.511.107
Diferença            -68.096

Isto é o que se passa no que é visível, calculamos o que vai ser quando estiver no critério do Governo e dos nossos supostos defensores.
No que é assumido à partida no Orçamento do Estado para 2016, o governo socialista, comunista e bloquista, garante que nos vai dar menos três milhões, oitocentos e trinta e oito mil, duzentos e oitenta e quatro euros.
Com o anterior governo afirmavam, o PS, o PCP e o BE, que não defendíamos o Distrito, mas a realidade é que agora com estes activos defensores saímos a perder da forma que já foi quantificada.
E segundo as últimas notícias até parece que estão todos muito satisfeitos com esta discriminação com que o Governo nos brinda.
Até já vieram as respectivas figuras nacionais (Secretário Estado Assuntos Fiscais, Catarina Martins – BE, o deputado João Ramos do PCP) explicar o Orçamento, mas estes aspectos ficaram de fora da explicação, porque terá sido?
Já não os preocupa a saúde das pessoas, a saúde das populações?
Da parte do PSD oposição é identificar os erros e as “asneiras”, exigir transparência e seriedade, e isso estamos a fazê-lo.
Identificados os aspectos específicos atrás referidos, não podemos deixar de reiterar, mais uma vez que o Orçamento do Estado para 2016 é mau para todos os Portugueses, porque assume apostas imprudentes e sem consistência para o futuro.
Para além de que está carregado de falsas promessas e no essencial vai sobrecarregar com mais impostos.
Nos Combustíveis
Todos estamos já a pagar mais, quer se ganhe pouco ou muito, de forma directa ou indirecta não podemos fugir ao aumento do imposto sobre os combustíveis.
Em particular na agricultura esse impacto é muito forte nos custos da actividade.
Mas o ministro da agricultura “ sossegou” os agricultores porque como o aumento dos impostos sobre o gasóleo verde vai financiar o investimento nas pescas!
 Devia existir decoro!
No IRS
Com a revogação do quociente familiar, na prática vai existir aumento de IRS, porque os que poderiam beneficiar com o aumento da dedução por filho são os que já não pagam imposto.
Os que efectivamente pagam irão pagar mais.
No IMI
A clausula de salvaguarda para o IMI não passa de jogada de “ chico espertismo” porque como se aplica a novas avaliações, na prática ninguém vai beneficiar, como houve uma avaliação geral dos prédios em 2013.
Bem real no IMI é o aumento extraordinário do valor patrimonial tributário dos prédios urbanos comerciais, industriais ou para serviços, que serão aumentados pela aplicação do factor 1,0225.
Como se vê, como diria o outro é só fazer as contas, mas como os socialistas são fracos em contas, só podemos ficar preocupados.

A concluir, não sendo questão orçamental, a transferência da Base de Meios Aéreos de Ponte de Sor para Santa Comba Dão, sendo anunciada como transitória, não deixa de nos preocupar, porque experiencia diz-nos que muitas vezes o transitório se torna definitivo em prejuízo do Alto Alentejo.

Crédito Agrícola com mais lucros apesar de quebra do negócio

A redução das imparidades ajudou a que o resultado líquido do Crédito Agrícola subisse no ano passado. O produto bancário caiu, com a descida da margem e da venda de dívida.
Apesar de perder negócio, o grupo Crédito Agrícola conseguiu registar um crescimento dos lucros. A justificar a subida do resultado líquido esteve, sobretudo, a queda das imparidades.
O Crédito Agrícola apresentou um crescimento de 52% dos lucros no ano passado, fixando-se em 40,7 milhões de euros. Este número abarca o negócio bancário, o segurador e a gestão de activos.
Exclusivamente na parte bancária, o resultado líquido foi de 56,3 milhões. Aqui, a margem financeira (diferença entre juros cobrados em créditos e juros pagos em depósitos) deslizou 1,2% para 245 milhões de euros, o que o presidente executivo Licínio Pina atribui à queda das margens Euribor.
Já o produto bancário (conjunto de receitas da instituição financeira) cedeu 9,3% para 503 milhões de euros, penalizado por menores resultados de actividades financeiras. Já os custos operacionais aumentaram ligeiramente, 0,1%, para 301 milhões de euros.
As imparidades e provisões do Crédito Agrícola deslizaram 36,7% para 127 milhões de euros. Foi esta descida que possibilitou o aumento dos lucros da instituição financeira.
O rácio Common Equity Tier 1 (de referência) deslizou de 13,1% para 12,9% de 2014 para 2015.
Em termos de balanço, o crédito a clientes bruto subiu 3,5% para 8.430 milhões de euros, apesar da redução de empréstimos para particulares. Já os recursos de clientes subiram 4,3% para 13.279 milhões 
(fonte J.N.|foto-Bruno Simão)

Jovem portuguesa ferida nos atentados hoje em Bruxelas

A jovem, natural de Coimbra "encontra-se fora de perigo", foi assistida no hospital e já está em casa.


"Conseguimos apurar esta informação fora do quadro das informações oficial", explicou o governante.
Pelo menos 21 pessoas morreram hoje em explosões no aeroporto de Zaventem e na estação de metro de Maalbeek, em Bruxelas, segundo um primeiro balanço de um porta-voz dos serviços de emergência.
Bruxelas foi hoje de manhã abalada por dois atentados, com duas explosões no aeroporto e mais duas no metro da capital da Bélgica, que fizeram pelo menos 21 mortos e dezenas de feridos.
A procuradoria belga já confirmou que, no caso do aeroporto, tratou-se de um atentado terrorista suicida.
O nível de alerta terrorista na Bélgica foi elevado para quatro, o máximo da escala.(fonte-N.M.)

segunda-feira, 21 de março de 2016

Enric Mas vence a 34ª Volta ao Alentejo em Bicicleta

Houve emoção na 34ª Volta ao Alentejo Crédito Agrícola até ao último metro de competição quando Remi Cavagna (Klein Constantia) cortou a meta na Praça do Giraldo, em Évora.
Apesar do contentamento do francês era o companheiro de equipa, Enric Mas que inscrevia o nome na história principal da prova, deste ano, ao tornar-se o 34º vencedor da “Alentejana”.
O jovem espanhol terminou a etapa que saiu de Santiago do Cacém na quinta posição, logo atrás do mais directo adversário, o norueguês Krister Hagen (Team Coop/Oster Hus).
As bonificações amealhadas durante a tirada deixou-os em pé de igualdade e no desempate entre as classificações no conjunto das cinco etapas da “Alentejana” o púpilo de Alberto Contador saiu vencedor.

Classificação Geral Individual

1    Enric Mas   - Klein Constantia         21:54:49              
2    Krister Hagen  -  Team Coop / Oster Hus               
3    David de La Fuente - Sporting / Tavira    
4    Jesus Ezquerra - Sporting / Tavira             
5    Rafael Silva - Efapel         
6    Tao Geoghegan - Hart Axeon/Hagens Berman               
7    Nuno Bico -  Klein Constantia     
8    César Fonte -  Rádio Popular / Boavista 
9    Samuel  Caldeira -  W52 / FC Porto                           
10   Rafael Reis - W52 / FC Porto

domingo, 20 de março de 2016

Futebol - Mosteirense vence Montargilense por quatro golos na 1* mão da Taça da Associação

O Futebol Clube Mosteirense venceu ontem em Montargil a equipa local por 0-4 a contar para a 1ª mão da Taça da Associação de Futebol de Portalegre. 
O Mosteirense é  um dos sérios candidatos este ano ao titulo, mostrou-se como um verdadeiro líder, sobretudo na segunda parte. Os golos foram apontados por António Pedro (a.g.), Filipe Pacau, Toscano e Ponteiro.

34ª Volta ao Alentejo - Segunda vitória para a Holanda mas a “Amarela” continua norueguesa


Jarno Meijling venceu ao sprint, ontem, 19 de Março, a quarta e penúltima etapa da 34ª Volta ao Alentejo Crédito Agrícola, que terminou em Grândola. O holandês de 26 anos foi um dos homens que integrou a “fuga do dia”, logo à saída de Aljustrel, e deu, pelo segundo dia consecutivo, uma vitória à equipa Metec/TKH Continental. Os espanhóis José de Segovia (Louletano/Hospital de Loulé) e Garikoitz Bravo (Euskadi Basque Coutry/Murias) terminaram logo atrás. Os três fizeram parte do grupo de corredores em fuga que a faltarem 40 quilómetros para a meta, e com o pelotão já muito perto, se lançaram determinados em chegar isolados a Grândola. Uma estratégia que agradou particularmente ao holandês.“Os últimos quilómetros foram sempre a atacar, na subida para o Prémio de Montanha não senti dificuldade e no sprint final só tive de dar tudo e a todo o gás! Está a ser uma óptima experiência estar no Alentejo. As estradas são boas e a organização está de parabéns. Só não estou habituado a tanto sol!” O norueguês Krister Hagen (Team Coop/OsterHus), que chegara à liderança da “Alentejana” na véspera, foi o primeiro do pelotão a cortar a meta na 11ª posição, a 32 segundos do vencedor. Apesar de perder tempo manteve o comando da prova e a faltar apenas mais uma etapa tem o objectivo traçado: “Manter a Amarela, claro! As minhas pernas estão em forma, mas era bom conseguir entrar numa fuga pequena para não ter de sprintar nas metas volantes. Mas se tiver de o fazer para bonificar não me vou negar!” 

Na classificação geral entre os primeiros, e na luta pelas Camisolas da “Alentejana”, está quase tudo na mesma. Krister Hagen veste a Amarela Crédito Agrícola pelo segundo dia consecutivo e o espanhol Enric Mas (Klein Constantia) segundo classificado, a um segundo de diferença, enverga a Camisola Branca RTP, símbolo da juventude. Com o terceiro lugar na etapa Garikoitz Bravo (Euskadi Basque Coutry/Murias) lidera a classificação por pontos e veste a Camisola Verde Clara CA Vida. Destaque final para o português Amaro Antunes (LA Alumínios-Antarte) que se agarrou à Camisola Verde Escura CA Seguros do Rei dos trepadores no primeiro dia e que apenas amanhã saberá se a leva para casa. Rafael Silva (Efapel) continua na quinta posição e é o melhor português da “Alentejana”. 
As cenas do próximo capítulo ficam marcadas para Évora! E o novo Vencedor da Volta ao Alentejo é…? As derradeiras emoções da 34ª edição da Volta ao Alentejo Crédito Agrícola vivem-se este domingo, 20 de Março, a partir de Santiago do Cacém. O pelotão cumprirá os 172,3 km finais da “Alentejana” quando cortar a meta na Praça do Giraldo, em Évora. Pelo caminho estão marcadas as últimas Metas Volantes em Isaías, Vendas Novas e Arraiolos, e a classificação da Montanha confinada aos Prémios de 4ª categoria em Alcácer do Sal e Montemor-o-Novo. Évora comemora 30 anos como Património da Humanidade da UNESCO e volta a fazer história quando coroar o 34º vencedor da “Alentejana”, pelas 16 horas. A 34ª Volta ao Alentejo Crédito Agrícola é uma organização conjunta da CIMAC - Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central e Podium Eventscom o patrocínio de Crédito Agrícola, CA Vida, CA Seguros, RTP, Jornal A Bola, Antena1, Cision, KIA, Delta Cafés, Vitalis, KTM, Fundação INATEL, Shimano, Pacto, Dietsport, Instituto Geográfico do Exército, Infraestruturas de Portugal e com apoio institucional do Turismo do Alentejo e Ribatejo, CIMBAL – Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo, CIMAL – Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral, da Junta de Freguesia de Alcáçovas e dos Municípios de Portalegre, Castelo de Vide, Monforte, Montemor-o-Novo, Portel, Beja, Aljustrel, Grândola, Santiago do Cacém e Évora.


"Caminhada da Primavera" - Nem a chuva impediu os caminheiros de celebrar aquela que é a mais bonita estação do ano

O dia amanheceu chuvoso. A colocar em causa a realização da “Caminhada da Primavera” na Freguesia de Esperança no Concelho de Arronches.
Isso não foi o suficiente para que, à hora marcada, se juntassem cerca de quatro dezenas de caminheiros, prontos a enfrentarem a intempérie.
Em frente à Junta de Freguesia o Presidente Diamantino Ribeiro, depois dos esclarecimentos sobre o percurso da técnica do Município, Carla Dias, deu início a esta “Caminhada da Primavera” que, ao mesmo tempo, tinha como finalidade promover os “Percursos em Natureza”, como tem sido ultimamente divulgado e apresentação do projecto dos novos percursos homologados no Concelho de Arronches.
O Município de Arronches fez-se representar pelo seu Vice-presidente, João Crespo que se incorporou na caminhada, também o Director do Hotel Rural de Arronches, Jorge Velez marcou a habitual presença no circuito de caminhadas -na qual estavam alguns participantes vindos de fora do concelho - que foi acompanhada pela GNR local e Bombeiros V. de Arronches.
O percurso de dificuldade média saiu do Largo 25 de Abril, dirigindo-se para as Hortas de Cima, para depois caminharem por entre a natureza na zona da Herdade de Troviscais, com o tempo a ser já mais complacente. O grupo seguiu direito ao Marco para depois passar pelas Hortas de Baixo, Vale do Junco (pinturas rupestres) e regressar à entrada da freguesia, onde recuperaram as forças com uma refeição. Ficou assim assinalada mesmo em tempo de chuva, a chegada da Primavera, uma das estações que se espera seja a mais bonita do ano.