sexta-feira, 16 de junho de 2017

Vinhos do Alto Alentejo em destaque - Adega Mayor premiada nos mais prestigiados concursos nacionais e internacionais

Os vinhos da Adega Mayor confirmam, uma vez mais, a sua qualidade ao serem premiados nos mais prestigiados Concursos Internacionais e Nacionais de 2017: Decanter World Wines Awards 2017(DWWA); Concurso Mundial de Bruxelas de 2017; International Wine Challenge (IWC); Concurso Vinhos de Portugal.




O Caiado Tinto 2015 foi reconhecido com duas Medalhas de Bronze no DWWA e no IWC. As castas Castelão, Aragonês, Trincadeira e Alicante Bouschet desenham este vinho que no aroma é envolvente e pleno de fruta, destacando-se as ameixas maduras e umas notas de especiarias muito interessantes. Na boca é macio e cheio de frescura, com taninos redondos e suaves.
O Monte Mayor Reserva Tinto 2014 foi também distinguido com Bronze no DWWA e o Monte Mayor Reserva Tinto 2015 com a Medalha de Comemended no IWC. Estes vinhos revelam uma cor granada e libertam aromas intensos a ameixas e amoras silvestres e flores harmoniosamente conjugadas com especiarias exóticas. Os taninos são redondos e na boca revela-se fresco, versátil e elegante.
O Solista Touriga Nacional 2014, premiado com Grande Ouro no Concurso Vinhos de Portugal 2017 e com Prata no IWC, no DWWA e no Concurso Mundial de Bruxelas. Este vinho é a merecida homenagem a um ícone das castas portuguesas. 100% Touriga Nacional, surpreende-nos com aromas vivos e violetas e frutos negros em compota, revelando na boca muita frescura, elegância e sofisticação.
Por sua vez, o Solista Verdelho 2015 conquistou duas medalhas. Uma de Prata no Concurso Mundial de Bruxelas e a Medalha Commended no DWWA. Este vinho 100% Verdelho, de cor citrina, com aroma a flores brancas e fruta tropical fresca, desperta sensações, prolongando na boca os aromas florais e notas de ananás sentidas no nariz.
Já, o Reserva do Comendador Tinto 2013 distingue-se com duas Medalhas de Prata no Concurso Vinhos de Portugal e no Concurso Mundial de Bruxelas. E também, com duas Medalhas de Commended no IWC e no DWWA. Desenhado a partir das castas Trincadeira, Alicante Bouschet, Aragonês e Syrah este vinho estagiou 18 meses em barricas novas de carvalho francês e um ano em garrafa. De cor granada e aroma intenso a frutos vermelhos maduros em manto subtil de especiarias exóticas, é suave na boca, elegante e memorável.
O Pai Chão Reserva 2013 arrecadou duas Medalhas de Prata no Concurso Mundial de Bruxelas e no DWWA e Medalha Bronze no IWC. Este vinho de cor granada intensa, aroma marcado pela complexidade doce dos frutos pretos, alcaçuz, tabaco holandês, chocolate negro e café torrado, surpreende na boca pela sua frescura e grande estrutura, mostrando taninos sólidos, mas sedosos, que revelam uma enorme capacidade de evolução.
“Na Adega Mayor, ano após ano, procuramos sempre fazer melhores vinhos. Desta forma, os resultados obtidos nos concursos nacionais e internacionais são uma importante conquista para as nossas marcas e um reconhecimento da qualidade por parte de um diverso e exigente painel de especialistas. Estes prémios reforçam a nossa motivação para fazer melhor, mas também a notoriedade da Adega Mayor e dos vinhos portugueses além-fronteiras.” sublinha Rita Nabeiro, CEO da Adega Mayor.
Os prémios recentemente obtidos vêm reforçar a vasta lista de distinções nacionais e internacionais, num total de mais de 300 prémios, num elogio à oferta singular e de excelência destes vinhos alentejanos.
Poderá encontrar estes e outros vinhos da Adega Mayor na loja online -http://loja.adegamayor.pt - nas lojas da especialidade e nas lojas Delta Q.

0 comentários: